Como funciona um leilão de motos e como você pode ganhar dinheiro ao comprar uma moto de leilão? Esse artigo é justamente para tirar essa e outras dúvidas comuns para quem está pensando em comprar uma moto de leilão pela primeira vez. Então vamos lá!

O que é um leilão de motos?

Um leilão de motos é uma oportunidade que você tem para vender e comprar uma moto publicamente, e especificamente aqueles veículos que estão sob a guarda das autoridades como Polícia Militar, Polícia Civil, Polícia Rodoviária Federal e Polícia Federal, mas também existem leilão de motos de bancos (na minha opinião os melhores).

É muito comum em leilões dessa natureza você encontrar motos que sofreram apreensão, seja porque deixaram de pagar o financiamento ou ainda, porque caiu em uma blitz e não conseguiu comprovar regularidade com a documentação.

Leilão do Detran

Saiba que quando é apreendida uma moto durante uma blitz, então os policiais ou fiscais irão encaminhar o veículo para o pátio do Detran local.

Uma vez que a moto foi apreendida em uma blitz, então poderá ficar por até 90 dias no pátio do Detran. Após esse período, o veículo deve ir a leilão público.

Leia também: Leilão de motos apreendidas Detran

Leilão de bancos

Por outro lado, quando a moto é apreendida por conta de uma ação de busca e apreensão de veículo, então o banco que pegou de volta o bem, irá colocar em algum pátio sob sua custódia.

Leia também: Leilão de motos de bancos

Em situações de busca e apreensão, o período para se fazer o leilão irá depender da instituição financeira que tomou o veículo, mas geralmente é rápido, pois o banco, ao contrário dos órgãos públicos, visam lucro e precisam recuperar o dinheiro do financiamento.

Importante

Vale destacar que quando uma pessoa adquire uma moto leiloada pelo Detran, então ela irá se responsabilizar por quitar todas as pendências relativas ao veículo.

No caso do leilão feito pelo banco, o dinheiro arrecadado será para cobrir as prestações atrasadas e o bem em si.

Como funciona um leilão de motos

Como funciona um leilão de motos? O leilão de motos é a mesma coisa que você comprar uma moto, só que aqui irão ser consideradas os lances de cada participante. Obviamente que aquele que acertar o maior lance, então irá levar a moto.

Esses leilões são feitos por leiloeiros oficiais. Essas pessoas não são as proprietárias do veículo, mas estão apenas conduzindo o leilão.

Pode ser que em um leilão de motos sejam vendidos os veículos separadamente ou em lotes. Em casos assim é feita a numeração, e o leilão ocorre de forma sequencial.

Durante a oferta da moto, então o participante deverá dar o seu lance, que é exatamente o valor que ele pretende pagar pela moto.

É justamente neste momento em que se bate o martelo: A pessoa que oferecer o maior lance, ou seja, o maior valor pela moto, exatamente é ela quem irá levar para casa o bem.

Fique atento

Depois que acontece o leilão e se sabe quem arrematou a moto, então existem outros procedimentos.

O primeiro passo nesse sentido é fazer a assinatura de comprovação de aquisição do bem. Muitas vezes é preciso dar um sinal, que pode ser um cheque nominal à pessoa que leiloa.

É interessante destacar que o arremate e consequente assinatura de compra do bem significa que você irá realmente ficar com o veículo, ou seja, não é permitido desistir da transação.

É justamente por isso que você deve ter total atenção e saber exatamente o que está fazendo. Se resolver se envolver em um leilão de motos, então saiba que se ganhar, terá de comprar.

Dica final

Uma dica que sempre passamos aqui no site é que sempre leia com atenção o edital do leilão. Esse documento vai te informar tudo sobre o leilão, inclusive com relação a quais veículos podem, ou não, voltar a andar nas ruas. Se for um leilão de sucatas, não participe, pois é somente para empresas que vão comprar a moto para tirar peças.

Se gostou do artigo como funciona um leilão de motos, não esqueça de compartilhar nas suas redes sociais e ajudar outras pessoas.

Leia também

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  • 2
  •  

Deixe um comentário

Deixe um comentário