Seguro de moto? sabemos que hoje em dia muitas são as chances de algo acontecer com o seu veículo podendo ser um assalto, um acidente, entre outros casos. Para tornar a situação “menos pior” e ter menos dor de cabeça no processo é recomendado que seja feito um seguro para sua moto. Portanto, seguro de moto será o assunto deste artigo.

Seguro de moto: Por que você deve fazer o seu rapidamente

É indicado para fazer o seguro da moto todas as pessoas que possuem motos acima de 90cc. Entre as coberturas oferecidas estão danos a terceiros, furtos, incêndio e colisão. Muitas seguradoras ainda oferecem benefícios e vantagens que vão além da cobertura como, por exemplo, desconto em serviços e oficinas. Dê uma boa avaliada antes de escolher uma, para não ter uma dor de cabeça depois.

Ou seja, antes de contratar o seguro de moto é importante fazer uma pesquisa e analisar quais são as coberturas básicas e adicionais oferecidas pelas seguradoras, sempre ficando atento as “letras miúdas” e promessas mirabolantes.

Coberturas básicas e adicionais

As coberturas básicas de um seguro de moto são as obrigatórias, que você não pode deixar de contratar. As adicionais podem ser incluídas apenas se você considerar necessário colocar isso no seguro de moto, mas é importante avaliar cada uma com atenção.

As coberturas básicas mais comuns compreendem remoção, assistência em caso de pane seca, assistência para continuidade da viagem ou para aguardar a moto ser reparada e, ainda, cobertura para dano integral ou parcial por incêndio, colisão, roubo ou furto.

Algumas seguradoras oferecem ainda na cobertura básica mão de obra gratuita até mesmo para reparos emergenciais na residência.

Entre as coberturas adicionais estão danos a terceiros e despesas extraordinárias, como reembolso para despesas com luva, capacete etc.

As coberturas sofrem variação de seguradora para seguradora e têm impacto direto no preço final do seguro. Por isso, é importante analisar a apólice com cuidado antes de fechar negócio.

O que muitas pessoas se perguntam na hora de fazer o seguro é: Será que vale mesmo a pena? Na verdade, isso é relativo. Mas você não tem como saber se algo acontecerá com a sua moto no futuro, então o melhor é se prevenir. As consequências da falta de um seguro pode ser desastrosa.

Fique atento às informações que irá passar

Na hora de simular o preço, as seguradoras consideram, por exemplo, regiões em que furtos e roubos são mais frequentes. Um ponto importante é que você seja sincero ao preencher a ficha de simulação do seguro da moto, respondendo corretamente a todas as perguntas.

Caso algum dado do formulário esteja incorreto, é possível que a seguradora identifique o erro e você corre o risco de não receber a indenização em caso de sinistro.

Conclusão

Lembre-se, fazer o seguro da moto é a melhor alternativa para quem quer ter tranquilidade no dia a dia, garantindo proteção constante. Você poderá dormir bem mais tranquilo sabendo que sua moto está segura.

Há muitos fatores que podem influenciar o preço de um seguro, se essa for uma preocupação para você de uma olhada em cada uma que esteja na lista de possíveis candidatas e procure saber sobre cada um desses seguros.

Pense no seguro de moto como um investimento, então não perca tempo e faça o seu agora mesmo, para não ter sua moto furtada e ficar no prejuízo. Se gostou do conteúdo, não se esqueça de indica-lo para seus amigos nas redes socias.

Leia também

Aviso

O blog Motos de Leilão não organiza leilões, aqui apenas divulgamos os leilões que estão abertos pelo Brasil.

Não temos qualquer associação com qualquer leiloeiro no Brasil.

Por isso mesmo não entramos em contato com você para vender motos ou outros bens de leilão.

Fazemos apenas um trabalho de divulgação dos leilões que ocorrem pelo Brasil.

Tome cuidado com golpes em leilão, eles estão crescendo de maneira assustadora, por isso mesmo, antes de participar de um leilão, leia nosso artigo sobre o assunto, para evitar golpes clicando aqui.

 

Receba as novidades sobre leilões de moto no seu e-mail, grátis.

Coloque seu melhor e-mail abaixo e clique em Enviar.

Junte-se a 14.167 outros assinantes

Deixe um comentário

Deixe um comentário