O que fazer para não ter a minha moto apreendida

O que fazer para não ter a minha moto apreendida. Se você já teve sua moto apreendida, ou conhece alguém que passou por isso em algum momento, deve saber que acaba resultando em muita dor de cabeça. Só as burocracias para consertar o necessário e retirar a moto do pátio já valem como incentivos para manter-se adequado ao trânsito.

Para que isso seja evitado, preparamos esse artigo com dicas de como evitar que sua moto seja apreendida. Confira abaixo.


O que fazer para não ter a minha moto apreendida?

Há uma regulamentação e uma regulação do trânsito, que preza pelo bem estar de todos e algo que foge disso pode ser considerado motivo para levarem a sua moto para o pátio. Ou seja, sua moto não será levada por qualquer coisa.

A maioria dos casos de apreensão está ligada à documentação irregular. CNH (Carteira Nacional de Habilitação) vencida ou até mesmo a falta dela, licenciamento vencido ou não feito, DPVAT irregular, enfim, toda a documentação irregular é motivo para a apreensão ou retenção do veículo. Nestes casos, ele será liberado assim que os documentos forem regularizados.

Fique de olho nos seus equipamentos de segurança. A falta, mau uso e estado de conservação deles podem ser motivos para retenção, apreensão e provavelmente multa. Pilotar moto descalço, sem camisa, sem capacete, pode ser motivo para que a sua moto seja, no mínimo, retida, além da multa que você irá levar.

Porém, mesmo que você esteja usando os equipamentos, mas eles não apresentarem qualidade adequada, pode ser que você seja retido até que apresente equipamentos com boa qualidade.

Agora quando é a sua moto que apresenta algum problema, o risco de apreensão é maior. O estado de conservação geral dela, algum problema mecânico, peça irregular e até mesmo um pneu careca podem ser motivos para que a sua moto faça uma viagem para o pátio.

Outro motivo para ter a moto apreendida é o exibicionismo. Manobras como empinar a roda dianteira ou levantar a traseira em frenagens bruscas e cavalo de pau podem levar a moto ao pátio.

Poluição sonora também pode fazer com que sua moto seja apreendida. Um alarme sonoro que quebre o sossego público é motivo para guinchar a moto.

MINHA MOTO FOI APREENDIDA O QUE FAÇO?

Muitos são os motivos para a preensão de motos para leilão, e conforme informado às motos ficam até 90 dias no pátio do órgão responsável pela apreensão. O interessante é que o proprietário que teve o veículo apreendido tem até o dia do leilão para resgatá-lo. Para isso, é preciso pagar todas as taxas e comprovar o pagamento antes que o lote seja aberto para lances no auditório.

A moto que acusar pendência judicial, pendência administrativa ou que estiver à disposição da autoridade policial não será levado a leilão, sendo sua destinação definida em razão do problema detectado.

Participe deste blog e se informe antes de leilões de motos apreendidos e veja todas as condições necessárias para participar, faça uma boa proposta e boa sorte.

O que fazer para não ter a minha moto apreendida
5 (100%) 2 votes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *